Gestão da Saúde: Fhemig alerta para as doenças típicas do outono

As doenças comuns nessa época são as gripes, alergias respiratórias, pneumonias, otites e resfriados

Com a chegada do outono, a falta de chuvas e ventos aumenta a poluição do ar, a temperatura diminui e o tempo fica mais seco. Esses fatores são suficientes para as crianças, principalmente, começarem a reclamar de coceira na garganta, nariz escorrendo e sensação de dores pelo corpo, alerta a Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig). As doenças comuns nessa época são as gripes, alergias respiratórias, pneumonias, otites (infecção de ouvido), resfriados, sinusites, asma, entre outras.

Outra infecção típica no período de outono e com sintomas muito parecidos com os de uma gripe comum, o vírus RSV (sigla em inglês para Vírus Respiratório Sincicial), é recorrente em crianças até os três anos de idade. No entanto, os médicos alertam para os cuidados com a evolução desses sintomas, que podem chegar a casos graves de pneumonia e asma, internações e em alguns casos pode levar ao óbito.

Principais doenças respiratórias

Resfriado

Inflamação e infecção aguda do nariz e garganta, causadas por vírus. O contágio pode se dar através de tosse, espirro ou contato pessoal com um doente. A baixa resistência do organismo pode predispor ao contágio.

Gripe

Também causada por vírus, a gripe é uma infecção mais grave do que o resfriado. Provoca dores musculares, tosse, corrimento nasal, dor de garganta, febre alta e inflamação das vias respiratórias. É contagiosa e dura em média de quatro a dez dias. Entre as complicações estão a bronquite e a pneumonia.

Laringite

Trata-se de uma inflamação da laringe, geralmente causada por vírus ou bactéria. Os sintomas são febre baixa ou moderada, rouquidão, tosse seca e dor de garganta. Pode fazer parte de vários tipos de viroses.

Asma

Doença pulmonar cujos sintomas são chiado e dificuldade para respirar. Geralmente ocorre um estreitamento das vias respiratórias decorrentes da exposição ao fumo, poluentes, ar muito frio ou substâncias que causam alergia, como o pólen, certos alimentos, perfumes e outros.

Bronquite

Inflamação dos brônquios, com maior incidência no inverno. Os sintomas são tosse persistente com expectoração de catarro. Ocorre nas formas aguda ou crônica, sendo que a primeira surge repentinamente e tem curta duração. Os casos de bronquite crônica persistem durante anos. Os sintomas podem ser parecidos com os da asma.

Pneumonia

Doença aguda que pode atingir um ou ambos os pulmões, que ficam inflamados. Causa febre, dificuldades para respirar, tosse com expectoração e dores no peito, palidez e comprometimento do estado geral. Geralmente é provocada por vírus ou bactérias.

Bronquiolite

Inflamação dos bronquíolos, de origem viral, apresenta-se com tosse, chiados e dificuldade respiratória. Os sintomas são parecidos com os da asma e acomete as crianças de baixa idade na maioria dos casos. O Vírus Respiratório Sincicial – VRS, com alta prevalência entre março e junho, é uma causa importante da bronquiolite.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fhemig-alerta-para-as-doencas-tipicas-do-outono/

0 comments… add one

Leave a Comment