Governo de Minas: HidroEX apresenta Cidade das Águas em reunião do Programa Hidrológico Internacional

Empreendimento localizado em Frutal é destaque em encontro dos líderes mundiais, que aconteceu durante a Rio+20

 Dentro da programação da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, o Unesco-HidroEX participou da reunião dos Comitês Nacionais e Pontos Focais do Programa Hidrológico Internacional para América Latina e Caribe. Encontro foi realizado no Solar da Imperatriz, no Jardim Botânico, na capital fluminense.

Na presença da gretora-geral-adjunta para Ciências Naturais da Unesco, Gretchen Kalonji e da diretora de Políticas de Ciência, Capacitação e Ciências Naturais da Unesco, Lídia Brito, o presidente do Unesco-HidroEX, professor Octávio Elísio Alves de Brito apresentou o projeto da Cidade das Águas, sediada em Frutal, no Triângulo Mineiro.

Na oportunidade, ele falou do “Condomínio Temático de Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa de Desenvolvimento em Águas”, que foi oficializado no dia anterior pelo governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, com a participação da diretora-geral da Unesco, Irina Georgieva Bokova.

Segundo o presidente, o condomínio é composto por 16 universidades e organismos oficiais voltados para o tema água. Nele, estão oito universidades federais de Minas Gerais (UFMG), Lavras (Ufla), Viçosa (UFV), Ouro Preto (Ufop), Uberlândia (UFU), Uberaba (UFTM), Itajubá (Unifei) e Alfenas (Unifal), as estaduais Unimontes e Uemg, e a PUC Minas. Também integram o Complexo, a Agência Nacional de Águas (ANA), Embrapa, Instituto Mineiro de Gestão de Águas (Igam), Emater e Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec).

Conforme disse o presidente, durante sua apresentação, todas as instituições presentes no complexo terão como eixo central a gestão, preservação e recuperação das águas, superficiais e subterrâneas. Outro objetivo será a formação de uma nova geração de líderes na gestão da água. Além de atender ao Brasil, a Cidade das Águas tem suas atividades voltadas para os países da América Latina e da África de Língua Portuguesa, promovendo a transferência de tecnologia em gestão de águas para a produção de alimentos. “Este é o caminho que queremos traçar junto ao PHI: educar para as águas”, afirmou Octávio Elísio.

O presidente do Unesco-HidroEX falou também dos programas desenvolvidos na Cidade das Águas e apresentou o NURRI (Núcleo de Referência e Inovação em Irrigação e Recursos Hídricos), que visa fortalecer a agricultura irrigação, com a conscientização dos produtores rurais do uso sustentável da água. Destacou o Centro de Pesquisa Floresta-Escola (Cecafe), que foi implantando em parceria com a Universidade Federal de Viçosa (UFV). Além de laboratórios, o projeto conta com uma área verde, para pesquisas de campo, de 2,4 milhões de metros quadrados, localizada às margens do rio Grande.

Octávio Elísio abordou os projetos voltados  à Educação para as Águas, orientados pelo Programa Hidrológico Internacional (PHI) e citou as cooperações com o Centro Unesco ICCE (Portugal), Centro de Dundee  (na Escócia, voltado para a legislação ligada à gestão hídrica) e com o I-charm (no Japão, que estuda e prevê catástrofes). Estão em estudo parcerias com o Centro de Cinara (Colômbia) e o Iciwarm (Estados Unidos).

Do Unesco-HidroEX também participaram da reunião, o vice-presidente  Alexandre Saad e as diretoras de Pesquisa, Tânia Brito e de Capacitação e Ensino, Sheila Paiva Andrade.

http://youtu.be/Rzv_-qFP5qg

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hidroex-apresenta-cidade-das-aguas-em-reuniao-do-programa-hidrologico-internacional/

0 comments… add one

Leave a Comment