Governo de Minas: Iepha pede ajuda da população para localizar imagens sacras roubadas de Igreja em Itacambira

Já foram percebidas as ausências de cinco imagens, podendo o número de peças desaparecidas ser ainda maior
Divulgação/Iepha
Quatro imagens roubadas já tiveram a identificação confirmada junto à paróquia
Quatro imagens roubadas já tiveram a identificação confirmada junto à paróquia

Na madrugada de quarta-feira (15), a Matriz de Santo Antônio, em Itacambira, no Norte de Minas, foi arrombada e algumas peças sacras foram roubadas. Segundo informações da paróquia e da prefeitura do município, neste primeiro momento teriam sido percebidas as ausências de cinco imagens, podendo o número de peças desaparecidas ser ainda maior.

A Matriz de Santo Antônio, que tem mais de 300 anos de existência, é tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG). Até agora, são tidas como sumidas imagens de São Miguel, Santana Mestra, São Sebastião e Santo Antonio, além de uma quinta imagem, cuja identificação não foi confirmada junto à paróquia, mas que poderia ser de Santa Rita. Clique aqui e veja fotos das imagens desaparecidas.

Tão logo tomou conhecimento do sumiço das peças, o Iepha-MG enviou, por via eletrônica, as fichas de inventário do templo à Prefeitura e às polícias Civil e Federal, para conferência completa do acervo documentado pelo instituto, com fotos, descrições e medidas, dentre outras características.

Nesta quarta, a assessoria de imprensa do Iepha também distribuiu para a imprensa fotos de quatro das cinco imagens inicialmente relatadas como desaparecidas, solicitando apoio dos veículos de comunicação na divulgação das mesmas, dentro do esforço que está sendo feito para a recuperação das peças.

Qualquer informação sobre o paradeiro das imagens pode ser repassada à sede do Iepha, em Belo Horizonte, por meio do telefone (31) 3235-2800 ou do e-mail faleconosco@iepha.mg.gov.br.

Fonte: Agência Minas

0 comments… add one

Leave a Comment