Minas: Projeto Cidade das Águas

 Governo de Minas: Projeto Cidade das Águas é reconhecido como a melhor iniciativa pública

Governo de Minas: Cidade das Águas

Fonte: Agência Minas

Iniciativa do Governo de Minas foi premiada na 4ª edição do Prêmio José Costa; BH-Tec também foi contemplado na categoria de melhor Parceria Universidade/Empresa

A Cidade das Águas Unesco-Hidroex recebeu nesta quarta-feira (23), o Prêmio José Costa, concedido na categoria Iniciativa Pública, pelo  jornal Diário do Comércio e pela Fundação Dom Cabral. A iniciativa destaca ações que contém, na sua concepção, a inovação e o desenvolvimento econômico e sustentável. Na cerimônia de premiação, o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, recebeu o prêmio em nome da instituição e destacou o compromisso e empenho dado pelo Governo de Minas ao projeto.

“Este prêmio é uma vitória da ousadia e da inovação que começou com o ex-governador Aécio Neves e está se consolidando na gestão de Antonio Anastasia. A Cidade das Águas coloca Minas Gerais em uma posição de protagonista diante do tema da gestão dos recursos hídricos, na educação para as águas e no saneamento básico. O Governo de Minas estabelece, assim, uma sintonia com o que o mundo tem tratado como prioridade nas suas mais altas esferas”, destacou.

Ele acrescentou ainda que a distinção coloca o Hidroex em uma vitrine e desperta a atenção de variados setores da sociedade para as ações do Governo de Minas na construção de uma agenda positiva sobre a sustentabilidade. Além do Unesco Hidroex, o Parque Tecnológico de Belo Horizonte – BHTec, projeto do Governo de Minas, desenvolvido também pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior,  em conjunto com a Universidade Federal de Minas Gerais e Prefeitura de Belo Horizonte, também foi premiado. Ele foi destacado no quesito Parcerias Universidade e Empresa.

O Unesco-Hidroex concorreu com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e a Empresa Brasileira de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG). A instituição foi reconhecida como uma entidade de grande expressão inovadora e que colabora para transformar a economia do estado, enfrentar os desafios do futuro e em desenvolver atividades sustentáveis para a sociedade.

Em seu discurso, Narcio Rodrigues reconheceu também a importância do Prêmio José Costa como estímulo e incentivo para que cada vez mais empresas e iniciativas contribuam efetivamente para o desenvolvimento de Minas e do Brasil. Ele destacou ainda a personalidade do jornalista e empresário José Costa, que empresta seu nome ao prêmio e que se tornou referência na defesa de um novo modelo econômico como visão do futuro e do desenvolvimento socioeconômico de Minas Gerais.

Narcio revelou que o projeto do governo mineiro já é reconhecido em todo o mundo como uma iniciativa inovadora e pioneira, e que mostra para toda a sociedade a responsabilidade do Estado em construir iniciativas sustentáveis. Narcio parabenizou ainda o presidente da Cidade das Águas Unesco-Hidroex, professor Octávio Elísio Alves de Brito a quem dedicou o prêmio.

O Prêmio José Costa reconhece e premia as empresas que promovem iniciativas e têm o compromisso na construção e desenvolvimento sustentável, inovação, empreendedorismo e a visão do bem comum. Entregue bianualmente, desde 2007, e em sua quarta edição, o Prêmio teve como novidade a metodologia de análise das empresas, que passaram a ter como fundamento para seleção, a participação e veiculação em matérias do jornal Diário do Comércio, entre os anos de 2011 e 2012 e na indicação de entidades representativas de cada setor. O prêmio contempla categorias de setores e iniciativas, são elas: Agronegócio; Comércio e Serviços; Indústria; Infraestrutura; Novos Negócios; Parceria Universidades Empresas; Tecnologia; Iniciativas Públicas; e Negócios com mulheres ou liderados por mulheres.

Parques Tecnológicos

O Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-Tec) também foi contemplado na categoria de Parceria Universidade/Empresa. As outras duas iniciativas que chegaram à final também são de parques tecnológicos que têm o apoio do Governo de Minas, o de Itajubá e o de Viçosa. “Os parques tecnológicos são os ambientes mais consolidados de inovação no estado, com várias empresas de base tecnológica atuando. O prêmio recebido pelo BH-Tec é um reconhecimento que sinaliza a importância da criação de novos ambientes de inovação”, afirmou o secretário.

0 comments… add one

Leave a Comment