Minas: Escola de Formação Gerencial

Antonio Anastasia visita a Escola de Formação Gerencial do Sebrae Minas, que em 2014 completa 20 anos de atividade

Governo de Minas: Modelo de gestão

Fonte: Agência Minas

Durante a visita, governador destacou a parceria da instituição com o Governo de Minas em projetos e programas inovadores

O governador Antonio Anastasia visitou nesta quinta-feira (20/03), em Belo Horizonte, a Escola de Formação Gerencial (EFG) do Sebrae Minas, que em 2014 completa 20 anos de atividade. Antonio Anastasia foi recebido pelo presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Lázaro Luiz Gonzaga. Durante encontro no auditório, houve apresentação de vídeo sobre a atuação da entidade em Minas, feita pelo diretor superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha, e o descerramento de placa alusiva à primeira visita de um governador do Estado à  instituição de ensino.

Antonio Anastasia destacou a parceria do Sebrae Minas com o Governo de Minas em projetos e programas inovadores, como o Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (NEJ) do Plug Minas e o Programa de Desenvolvimento do Ecossistema de Empreendedorismo e Startups (SEED). Para o governador de Minas, a qualificação profissional é o caminho para o desenvolvimento do Estado e do país.

“Não há governança, se não há formação, pessoas qualificadas e com o conhecimento necessário para fazer a governança. A Escola de Formação Gerencial do Sebrae Minas também tem esse perfil nobre de formar pessoas para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas”, disse.

Modelo de gestão

Inaugurada em Belo Horizonte, em 1994, a EFG, segundo o Sebrae Minas, é inspirada no modelo austríaco e adaptada à realidade brasileira. A instituição de ensino é direcionada à formação de profissionais capacitados para a gestão das micro e pequenas empresas.

Os alunos têm contato como o mundo dos negócios desde o primeiro ano, quando são acompanhados por empresários, os tutores. No segundo ano, criam um negócio virtual e no último ano do curso testam a aceitação do mercado. Eles pesquisam, planejam e estudam a viabilidade econômica, financeira e mercadológica do empreendimento.

A escola busca a aproximação acadêmica e profissional, preparando jovens para o exercício da cidadania, das relações humanas e do empreendedorismo. A instituição tem 15 unidades instaladas em Minas Gerais. O modelo também já foi exportado para o Maranhão.

Após o encerramento da solenidade, Antonio Anastasia fez uma visita à escola sendo recebido pelos alunos da EFG. Ele entrou em uma sala de aula do segundo ano e recebeu uma carta das mãos da aluna Ingrid Nascimento, como forma de agradecimento dos futuros empreendedores.

0 comments… add one

Leave a Comment