Aécio critica gestão deficiente do Governo Dilma em Minas

Senador Aécio Neves diz que Minas tem sido prejudicada por causa dos constantes improvisos no modelo de gestão.

Os gargalos da infraestrutura em Minas

Cofins: Aécio critica gestão deficiente do Governo Dilma

Confins: “Um programa de concessões com a envergadura de que oBrasil demanda deveria estar ancorado em regras claras, sólidas e estáveis”, defende Aécio. Foto: Moreira Mariz/Agência Senado

Fonte: Jogo do Poder

Confins: Aécio diz que Governo Dilma improvisa

Comentário senador Aécio Neves

A revisão das regras para concessão do Aeroporto de Confins é uma nova demonstração do improviso e das instabilidades que marcam o relacionamento do governo federal com o setor privado e, infelizmente, mais uma vez, o povo mineiro é a maior vítima desta errática forma de gestão.

privatização de Confins é uma necessidade premente para superar os gargalos que atravancam o desenvolvimento de Minas Gerais. Há anos é defendida pelo Estado e reivindicada pelo setor produtivo mineiro, mas, apenas agora, às vésperas de encerrar o terceiro governo do PT, parece que estão se preocupando com a questão.

O novo adiamento mostra que, mais uma vez, o governo federal agiu de forma unilateral, sem o necessário diálogo com os setores envolvidos, sendo, por isso, obrigado agora a rever exigências feitas pela presidente da República um ano atrás.

Um programa de concessões com a envergadura de que o Brasil demanda deveria estar ancorado em regras claras, sólidas e estáveis. No entanto, percebe-se claramente que a base regulatória sobre a qual ele está alicerçado é movediça, para dizer o mínimo.

Minas tem sido especialmente prejudicada por este histórico desleixo do governo federal. Já fracassaram este ano as concessões da BR-040 e da BR-116. Há dez dias, foi a vez da BR-262. Agora, soube-se, por intermédio da presidente da República, que todo o programa – estão em Minas mais de um terço dos 7,5 mil quilômetros que serão concedidos – está sob revisão.

Quanto tempo precioso vai se perdendo neste processo, nestas idas e vindas, neste deplorável modelo de gestão baseado no método de tentativa e erro. É um tempo que Minas e o país não podem mais esperar.

Esperamos que o leilão de concessão do Aeroporto de Confins, agora marcado para novembro, traga enfim boas notícias aos mineiros.

Leia também:
Incompetência e os gargalos do desenvolvimento, por Roberto Freire

0 comments… add one

Leave a Comment