Segunda edição do Inverno das Artes começa neste sabádo

Distintas gerações da cena artística contemporânea garantem uma programação de excelente qualidade nas férias de julho em BH.

Fonte: Agência Minas

Fundação Clovis Salgado

Fundação Clóvis Salgado

A Fundação Clóvis Salgado (FCS) apresenta, a partir do dia 1º de julho, a segunda edição do Inverno das Artes, evento que reúne música, teatro, literatura e cinema. Nomes como Gilberto Gil & Jorge Mautner, Tom Zé, Arrigo Barnabé & Paulo Braga, Eduardo Dussek e a vencedora do 27º Prêmio da Música Brasileira como Cantora Revelação, Simone Mazzer, estão na programação.

Também na grade, artistas como Lineker e Duda Brack, promissores nomes da MPB. Destaque ainda para o evento Terror no Parque, com participação do Zé do Caixão, e as apresentações em homenagem a Guimarães Rosa.

content_eviscerados_imagem

A extensa programação acontece até o dia 1º de agosto, no Grande Teatro do Palácio das Artes, na Sala Juvenal Dias, no Teatro João Ceschiatti e também no Parque Municipal Américo Renné Gianetti. São eventos gratuitos e outras atividades com cobrança de ingresso: R$ 60,00 (inteira) e R$ 50,00 (inteira) para o Grande Teatro; R$ 40,00 (inteira) para a sala Juvenal Dias.

Para dar início à festa, no dia 1º de julho, o Coral Cidade dos Profetas, de Congonhas, realiza um concerto com músicas barrocas. No dia seguinte, acontece o aguardado show Eviscerados, inédito na cidade, com Cida Moreira e Filipe Catto, no Grande Teatro do Palácio das Artes.

A proposta é fomentar a cultura no mês de julho, em Belo Horizonte, e transformar o Inverno das Artes em uma referência para a cidade garantindo, anualmente, programação variada com artistas reconhecidos por seu trabalho autoral e independente.

De acordo com Augusto Nunes-Filho, presidente da Fundação Clóvis Salgado, esta edição do Inverno das Artes buscou referências na linha histórica que se inicia no barroco, na sua ressignificação pelo modernismo, na antropofagia, na vanguarda paulista e nos desdobramentos contemporâneos herdeiros dessa linhagem artística.

“A ideia foi reunir em um evento a grande diversidade da música brasileira, por meio de distintas gerações que se filiam a essa linha mestra da arte brasileira. Assim, teremos o tropicalismo de Gil e Mautner com Cida Moreira e Filipe Catto; Eduardo Dusek; Arrigo Barnabé; o histórico Tom Zé com os contemporâneos Simone Mazzer; Lineker e Duda Brack. Essa mistura foi temperada e medida pela Fundação para agradar ouvidos e gostos de seleto e fino trato”, conta Nunes-Filho.

Outro diferencial do Inverno das Artes é que algumas apresentações acontecem na segunda-feira, dia em que as atividades culturais são escassas em Belo Horizonte. “Considerando que estamos em um período de férias e que na edição passada tivemos lotação esgotada nas apresentações, resolvemos investir novamente nesse nicho e manter sempre uma ótima atração às segundas-feiras”, revela Augusto.

Programação diversificada

Em 2016, o projeto continua com o seu objetivo de reunir no Palácio das Artes e no Parque Municipal programação diversificada para crianças a adultos. Para as crianças, serão oferecidas, aos sábados, recreações nos jardins do Palácio das Artes com o grupo circense Trupe Gaia, seguidas de filmes de curtas-metragens no Cine Humberto Mauro.

Para o público adulto, além de música, a programação conta com uma apresentação teatral, o espetáculo The Pillowman – O Homem Travesseiro, que mistura drama e comédia de humor ácido, com uma fórmula que vai surpreender o público. O espetáculo, com direção de Bruno Guida e Dagoberto Feliz, cumpriu temporadas de sucesso no Rio de Janeiro, em São Paulo e no Festival de Teatro de Curitiba.

No cinema, o grande destaque será a presença do cineasta e ator José Mojica Marins, um dos maiores ícones do cinema brasileiro, que terá a trilogia do cruel agente funerário Zé do Caixão incluída na Maratona Terror no Parque: À meia-noite levarei a sua alma; Esta noite encarnarei no teu cadáver e Encarnação do demônio. Haverá também performance do personagem Zé do Caixão e um breve bate papo do diretor com o público.

MINAS GERAIS / CONGONHAS / 18-08-2012/ CORAL LIRICO/FOTOS PRODUZIDAS NO SANTUARIO DO BOM JESUS DE MATOSINHOS FOTO:MARCELO PRATES - BODOKE PHOTOS

Novidades literárias

Uma importante atividade literária foi incluída no 2º Inverno das Artes. Trata-se da homenagem ao escritor Guimarães Rosa pelos 70 anos do livro Sagarana e pelos 60 anos dos livros Corpo de Baile e Grande Sertões: Veredas. Essa homenagem ao escritor acontecerá em três eventos distintos.

Na primeira atividade, Renato Motha e Patrícia Lobato trazem o projeto Rosas para João, em que são apresentadas 10 canções intercaladas por uma exposição teórica do professor de literatura e mestre Alexandre Castro. Já o cantor e compositor Celso Adolfo apresentará o projeto Música para Sagarana, composta por composições inspiradas no livro homônimo do escritor.

A terceira atividade será contação de histórias pelos integrantes do Grupo Miguilim reunindo contos retirados da obra de João Guimarães Rosa. O projeto Miguilim é gerido pela Associação de Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa, de Cordisburgo, e tem o objetivo de divulgar a obra Roseana e tornar mais atraentes as visitas ao Museu.

Clique aqui e veja a programação completa.

Serviço:

Evento: 2º Inverno das Artes

Local: Palácio das Artes e Parque Municipal Américo Renné Giannetti

Data: 1º de julho a 1º de agosto de 2016

Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 50,00 (inteira) Grande Teatro; R$ 40,00 (inteira) Juvenal Dias e Atividades gratuitas

Informações para o público: www.fcs.mg.gov.br

0 comments… add one

Leave a Comment