Programa Caminhos de Minas

<

Editado por em 24 Sep, 2013 em Governo | 0 comentários

Sep 24, 13 Programa Caminhos de Minas

População da região Central comemora asfalto em estrada que dá acesso a Belo Horizonte. Serão investidos R$ 40,2 milhões na pavimentação

Governo de Minas: Caminhos de Minas

Fonte: Agência Minas

Obra beneficiará diretamente moradores dos municípios de Taquaraçu de Minas e Nova União, sendo rota alternativa à capital, sem passar pela BR-381

Moradores dos municípios de Taquaraçu de Minas e Nova União, na região Central do Estado, comemoraram, nesta quinta-feira (19), o início das obras do Programa Caminhos de Minas, autorizado pelo vice-governador Alberto Pinto Coelho. Serão investidos R$ 40,2 milhões na pavimentação do trecho de 15,54 quilômetros entre as duas cidades, incluindo obra, material betuminoso, supervisão e desapropriação. Serão construídas, também, duas pontes sobre o Rio Taquaraçu, com investimentos de R$ 3,8 milhões.

Ao assinar autorização para a obra, o vice-governador destacou que a pavimentação desse trecho vai beneficiar diretamente a população dos dois municípios, Taquaraçu de Minas (3.840 habitantes) e Nova União (5.575), funcionando como uma nova opção para quem quiser ir a Belo Horizonte, sem passar pela BR-381, uma das mais movimentadas rodovias do Estado. “Com as obras do Governo de Minas, a partir de Itabira poderemos ter acesso a Belo Horizonte e da capital à região sem passar pela rodovia federal mais conhecida como rodovia da morte, uma das obras mais reivindicadas por Minas Gerais”, afirmou Alberto Pinto Coelho.

Presentes à cerimônia, os prefeitos de Nova União, Geraldo de Paula Andrade, e de Taquaraçu de Minas, Hiarbas Ferreira da Silva, ressaltaram em seus discursos que a obra é a concretização de um sonho antigo dos moradores da região. “Além de melhorar a qualidade de vida, essa obra vai gerar economia às duas prefeituras. Trará muitos benefícios a toda região”, disse o prefeito de Taquaraçu de Minas.

Mais integração

Lançado em 2010, o Caminhos de Minas vai possibilitar maior integração ao encurtar distâncias e diminuir custos de transporte, com reflexo direto no desempenho da economia mineira. A redução no tempo de deslocamento de pessoas, bens e cargas é fator determinante para a melhoria da qualidade de vida dos moradores das regiões beneficiadas, dos que visitam o Estado ou daqueles que precisam utilizar a infraestrutura rodoviária mineira.

Dessa forma, o programa também vai impulsionar a comunicação nas diversas regiões do Estado e entre uma e outra, além de desviar tráfego das rodovias troncais, o que fará com que aqueles que trafegarem por todas as rodovias mineiras façam com mais segurança, tranquilidade e rapidez.

Com o objetivo de ampliar e melhorar a infraestrutura logística dos municípios e regiões, o Caminhos de Minas é o maior programa rodoviário da história de Minas Gerais, envolvendo obras em aproximadamente 7,8 mil quilômetros de rodovias, distribuídos por 242 trechos, beneficiando diretamente 306 municípios e 7,3 milhões de mineiros. A primeira fase do programa prevê investimento de R$ 3,3 bilhões para implantar 1.670 quilômetros de rodovias.

“Essa ação deixou de ser um programa de Minas para ser um processo de integração do Estado. O governo dá um exemplo de modelo de gestão pública”, disse o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles.

Para viabilização do programa, o Governo de Minas está utilizando recursos próprios e financiamentos junto a organismos multilaterais de fomento. Todas as regiões do Estado estão inseridas no planejamento e serão beneficiadas pelo Caminhos de Minas. Existem obras programadas para a Zona da Mata, Sul, Norte, Jequitinhonha, Mucuri, Alto Paranaíba, Centro-Oeste, Noroeste e Rio Doce.

Participaram da solenidade em Nova União, na Escola Estadual Coronel José Nunes Melo Júnior, o diretor do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), José Élcio Monteze, e o presidente da Assembleia Legislativa de Minas, Dinis Pinheiro, além de deputados, vereadores e autoridades da região.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>