Minas: Circuito Cultural

Museu das Minas e do Metal oferece novas atrações na programação cultural de 2014

Governo de Minas: Circuito Cultural

Fonte: Agência Minas

Entre os destaques da agenda, bate-papo com os grupos Giramundo e Quarteirão do Soul e lançamento de filme sobre o artista plástico Cildo Meireles

O Museu das Minas e do Metal, que integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade, dá início à sua programação cultural de 2014, com atrações gratuitas nas noites de quinta-feira e novas propostas de interação entre artistas e público. Com 18 salas e 44 atrações, o MMM abriga um importante acervo sobre mineração e metalurgia, usando recursos tecnológicos para destacar, de forma lúdica e interativa, a importância dos metais e minerais no cotidiano das pessoas. O espaço também marca a relação entre a história e as expressões culturais de Minas Gerais com a riqueza de seus recursos naturais. O MMM ocupa o antigo edifício da Secretaria de Estado de Educação, inaugurado em 1897 e tombado pelo Instituto Estadual do Petrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG). O Museu das Minas e do Metal tem o certificado de excelência do TripAdvisor e foi a primeira instituição museológica do Brasil a receber a certificação do Instituto Herity em gestão da qualidade do patrimônio cultural.

Entre as atrações oferecidos pelo espaço nesta ano está o programa “gentedaqui”. Com foco em grupos culturais e artistas que mantêm estreita relação com a cultura de Belo Horizonte, a iniciativa promove no auditório do MMM um bate-papo informal com o público, seguido de uma apresentação. A estreia da ação será no dia 27 de fevereiro com os dançarinos do Quarteirão do Soul, grupo que congrega adeptos de várias regiões da cidade e mantém viva nas ruas do Centro a sonoridade da Soul Music e os tradicionais bailes Black da década de 1970. No dia 27 de março é a vez do Giramundo, grupo de teatro de bonecos que há mais de 40 anos vem encantando crianças e adultos em suas apresentações pelo Brasil e pelo mundo.

Outras atrações

No dia 13 deste mês, estreia o programa “Matéria-prima”, que consiste em oficinas de curta duração que abordam práticas e experiências sobre diferentes temas. A convidada é a especialista em economia criativa Lala Deheinzelin, que trabalha com o conceito ampliado de riqueza e qualidade de vida. Na oficina “Matriz 4D”, ela ensina a aplicação de ferramentas que desenvolveu ao longo de anos de trabalho em economia criativa e colaborativa aplicada ao desenvolvimento de comunidades. A atividade se estende para os dias 14 e 15 de fevereiro.

O meio ambiente também é uma das temáticas da programação do MMM. Para a série “Língua Afiada”, que oferece palestras com especialistas de várias áreas do conhecimento, Dalberto Adulis, do Instituto Akatu – ONG que trabalha pela conscientização e mobilização para o consumo consciente – apresenta, no dia 20 de fevereiro, os resultados do relatório “Estado do mundo 2013 – a sustentabilidade ainda é possível?”.

Já no dia 20 de março, o Língua Afiada promove o lançamento, em Belo Horizonte, do documentário “Ouvir o rio – uma escultura sonora de Cildo Meireles”, seguido de bate-papo com a diretora Marcela Lordy. O filme acompanha o trabalho do artista plástico na busca pelo som das principais bacias hidrográficas brasileiras. Revela a simplicidade do artista, a relação dos habitantes de diversas regiões brasileiras com a água e potencializa a percepção entre o som e a imagem. Cildo, visto em plena atividade, dá origem a uma verdadeira “escultura sonora”, encontrando nova forma de exprimir a relação da humanidade com esse elemento essencial à vida.

No dia 6 de março, Wilmar Silva de Andrade apresenta a segunda edição do Café com Poesia, desta vez prestando homenagem ao escritor português António Ramos Rosa e na companhia do compositor e pianista Gilberto Mauro. A primeira edição da iniciativa foi realizada nesta quinta-feira (6). Já nos dias 13 e 15 de março, a Matéria-prima terá a oficina “A musicalidade na palavra do narrador de histórias”, em que a contadora de histórias Beatriz Myrrha trabalha os elementos musicais que transformam uma narrativa em arte.

Programação infantil

Para a programação destinada ao público infantil nas manhãs de domingo, o “Era uma vez no MMM”, contará com a participação de Beatriz Myrrha e convidados. No dia 23 de fevereiro, o espetáculo “De grão em grão, todo mundo enche o papo”, Beatriz e seus convidados, a narradora Sandra Lane e o músico Vilmar de Oliveira, convidam para um passeio repleto de contos das tradições oral e autoral brasileiras. Além disso, haverá o lançamento o livro “Pomar Brasileirinho”, pela editora Fino Traço, com textos de Beatriz Myrrha e ilustrações de Wander Lara. De volta no dia 30 de março, Beatriz Myrrha e seus convidados Pierre André e Gelson Luiz convidam para a apresentação “Histórias de um barquinho de papel”, em homenagem ao Dia Mundial da Água.

Curadoria

O Toda Quinta e Muito MMMais tem curadoria da comunicadora social Mônica Cerqueira. Ex-diretora de marketing e projetos especiais da Fundação Clóvis Salgado, fundou e dirigiu em Belo Horizonte o circuito de salas de cinema patrocinadas pelo Unibanco. Também foi programadora do Cine Humberto Mauro do Palácio das Artes. Na UFMG, participou da implantação da TV UFMG. Com Eder Santos, escreveu o roteiro para o segundo longa do artista, “Deserto azul”.

Programação “Toda Quinta e Muito MMMais” – Fevereiro e março de 2014

– 13, 14 e 15 de fevereiro – Matéria-prima com Lala Deheinzelin, às 19h30

– 20 de fevereiro – Língua Afiada com Dalberto Adulis, às 19h30

– 23 de fevereiro – Era uma vez no MMM com Beatriz Myrrha e convidados, às 11h

– 27 de fevereiro – gentedaqui com o Quarteirão do Soul, às 19h30

– 06 de março – Café com Poesia com Wilmar Silva de Andrade e Gilberto Mauro, às 19h30

– 13 e 15 de março – Matéria-prima com Beatriz Myrrha, às 19h30

– 20 de março – Língua Afiada com Marcela Lordy, às 19h30

– 27 de março – gentedaqui com o Grupo Giramundo, às 19h30

– 30 de março – Era uma vez no MMM com Beatriz Myrrha e convidados, às 11h

0 comments… add one

Leave a Comment